Lua

Lua, querida lua, que reluzes tanto,

Que sonhos trazes hoje para mim?

Todas as noites acordo num pranto,

Não gostas de mim e queres pôr-me um fim?

Mas eu gosto tanto de ti…

Tu que me inspirasse profundamente,

Por que me a tormentas nos sonhos?

É o teu lado negro a gritar?

Se for… Pôe um ponto com tinta permanente.

Sofia Santana

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s