Orbes calorosas

Orbes tão calorosas e bonitas,

Como fui eu capaz de vos ignorar?

Em vós tinhas já o brilho cegante,

De quem cuida por gostar.

Em vós já existia o ter de proteger,

Sem nunca me considerar cristal.

 
E o que via eu?

Um eu tão pouco eu…

Nada! Vivia no mundo da ilusão,

Da dúvida de uma paixão.

 
Agora que vos vejo tão claramente,

Tão pacientemente à minha espera…

O meu coração enche-se de emoção!

Tudo é fogo de artifício e explosão,

Respeito e profunda admiração…

 
Como posso não sentir tudo isso?

Vós sois o que eu sonho ter e ser.

Vós sois o que eu escolho.

Vós sóis as orbes calorosas e bonitas…

 

Sofia Santana

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s